Sugestões de Projetos e atividades para Educação Infantil.

Textos e artigos relacionados à Educação.

Trabalhos em artesanato como: Tricô pintura em tecido e tela.


...

...

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reunião”.

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental”.

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão... Que o AMOR existe, que vale a pena se doar às amizades a as pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim... E que valeu a pena!


Luís Fernando Veríssimo

Valor de uma amizade!




A amizade é eternizada por nós mesmos, portanto para ser eterna só depende do querer que há dentro de cada um, pois não importa a distância, já que é impossível viver independente desses obstáculos que o destino coloca na vida de todos, assim nos separando. Uma boa amizade deve ser guardada no peito, lembrada com muito carinho, pois amigos são pessoas raras, pessoas que muitas das vezes contribuem para a nossa felicidade, para o nosso crescimento, para a nossa vida, até mesmo sem percebermos. E o que vale a pena é saber que são amigos muito importantes, mesmo estando ou não perto de nós com freqüência.


Um abraço a vocês meus amigos com carinho.Vera Palma

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Acordemos!!

É sempre fácil examinar as consciências alheias, identificar os erros do próximo, opinar em questões que não nos dizem respeito, indicar as fraquezas dos semelhantes, educar os filhos dos vizinhos, reprovar as deficiências dos companheiros, corrigir os defeitos dos outros, aconselhar o caminho reto a quem passa, receitar paciência a quem sofre e retificar as más qualidades de quem segue conosco. Mas enquanto nos distraímos, em tais excursões a distância de nós mesmos, não passamos de aprendizes que fogem, levianos, à verdade e à lição. Enquanto nos ausentamos do estudo de nossas próprias necessidades, olvidando a aplicação dos princípios superiores que abraçamos na fé viva, somos simplesmente cegos do mundo interior relegados à treva... Despertemos, a nós mesmos, acordemos nossas energias mais profundas para que o ensinamento do Cristo não seja para nós uma benção que passa, sem proveito à nossa vida, porque o infortúnio maior de todos, para a nossa alma eterna é aquele que nos infelicita quando a graça do Alto passa por nós em vão!... "Andre Luiz"

O Filme Nosso Lar já está nos cinemas!

Para pensarmos um pouquinho!!!!!!!!!!

Você acredita na vitória do bem, sem que nos disponhamos a trabalhar para isso?Admite você a sua capacidade de errar a fim de aprender ou, acaso, se julga infalível?Se estivermos positivamente ao lado do bem, que estaremos aguardando para cooperar em benefício dos outros?Nas horas de crise você se coloca no lugar da pessoa em dificuldade?E se a criatura enganada pela sombra fosse um de nós?Se você diz que não perdoa a quem lhe ofende, porventura crê que amanhã não precisará do perdão de alguém?Você está ajudando a extinguir os males do caminho ou está agravando esses males com atitudes ou palavras inoportunas?Irritação ou amargura, algum dia, terão rendido Paz ou felicidade para você?Que mais lhe atrai na convivência com o próximo: a carranca negativa ou o sorriso de animação?Que importa o julgamento menos feliz dos outros a seu respeito, se você traz consigo à consciência tranqüila?É possível que determinados companheiros nos incomodem presentemente, no entanto, será que temos vivido, até agora, sem incomodar a ninguém?Você acredita que alguém pode achar a felicidade admitindo-se infeliz? "André Luiz "

Muito Amor e Paz a todos com carinho!